comunicacao-pecas-01.png

 O que o mundo
espera de mim?

Uma roda de conversa em um espaço fértil de co-criatividade como o Espaço Plexi que abraça a diversidade na sua totalidade; o empreendimento da “ONG Estou Refugiado” e a Psicóloga e Educadora Bianca Sollero com experiência em TeDx Talks 2019, que nos pergunta:

Quem se sente realizado na vida no pessoal ou no profissional?

E como resposta nos apresenta a mistura de leveza e criatividade em um processo de desconstrução e aprendizagem para conectarmos assim com o nosso propósito de vida, tudo isto, em um diálogo aberto com imigrantes, refugiados e empreendedores que decidiram sair da zona de conforto e dar um passo à frente.

Para os refugiados, o Brasil é a Terra da Vida, a Terra da Liberdade. Cabe a nós fazer com que sintam que é também a Terra da Dignidade.

O evento é uma ação 100% beneficente. Os valores dos ingressos arrecadados serão doados para a ONG Estou Refugiado.

_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _

PALESTRANTES

Bianca Sollero
Psicóloga e educadora criativa com aperfeiçoamento em Gestão de Pessoas pela FGV.Há mais de 18 anos envolve-se em projetos e ações que estimulam crianças a crescerem conectadas com sua essência através da habilidade criativa.

Pesquisadora prática do modelo mental infantil, Bianca inspira adultos a resgatarem a criatividade que um dia tiveram em abundância para que hoje consigam atuar de forma inovadora no trabalho e na educação de outras crianças.

Foi membro do Comitê de Treinamento Comercial da CocaCola Brasil (em 2013 e 2014) e desde 2015 é consultora da KeepLearning School – hoje atuando como tutora oficial do curso Cri Cri Cri (Criando Crianças Criativas) promovido por essa escola online.

Carlos Escalona Barroso
Jornalista e perseguido político, que encontro na cozinha um canal onde se conectar e refazer sua vida no Brasil. Venezuelano de nascimento e brasileiro de coração chegou como refugiado passo como muito dos migrantes por vários intuitos onde sendo ajudante de cozinha viu um velho hobby se converter em uma iniciativa de empreendimento dando assim criação a Nossa Janela onde faz buffet, eventos e participa de feiras gastronômicas.

“Quando você é obrigado a deixar seu país, traz um ‘buraco emocional’ muito grande. Vim sozinho, mas tinha claro que era uma chance de recomeçar”

Luciana Maltchik Capobianco
Paulista, publicitária mas soube tudo cosmopolita de um olhar simbiótico no social, criadora da ONG Estou Refugiado dedicada ao trabalho de RH para refugiados e migrantes que já inseriu mais de 500 pessoas no mercado trabalho, a ideia nasceu como um programa fruto da empresa Social Planisfério, e que teve uma genesis essencial na empatia pelo tema, já que seu avô veio da Romênia para o Brasil devido a perseguição aos Judeus pela URSS.